Pular para o conteúdo principal

ECD Comemora Aquisição de Equipamento de CPTu


No início do último mês de dezembro, a ECD deu mais um grande salto de qualidade e adquire um equipamento completo de CPTu, incluindo um módulo de Resistividade, sendo, portanto, um R-CPTu.
O CPTu é também chamado de Piezocone Elétrico ou Cone Elétrico com poro-pressão. Esse é um ensaio já consolidado nos estudos e investigações Geotécnicas, e se baseia na cravação no solo de uma sonda que fornece os parâmetros resistência de ponta, atrito lateral e poro-pressão. Com esses parâmetros, obtidos online, durante a cravação da sonda, os Geotécnicos obtém dados importantes sobre o solo, com uma precisão muito maior que os ensaios tradicionais de SPT por exemplo.

 Sonda Preparada

 Detalhe da Ancoragem reforçada

 Microfone posicionado - sistema NOVA Acustic da Geosafe

 Iniciando ensaio


Nos estudos ambientais, essa será uma ferramenta excelente e muito precisa para o estudo do site e fundamental para a elaboração de um bom modelo conceitual. Com um ensaio de CPTu é possível ver, com precisão de centímetros, o perfil do solo em subsuperfície, possibilitando, inclusive, a determinação de finas lentes de material por onde o contaminante pode desenvolver um caminho preferencial. A combinação desses 3 parâmetros obtidos em um ensaio de CPTu permite estabelecer o perfil com elevado grau de certeza, e é uma ferramenta fundamental para se obter dados confiáveis em uma investigação, possibilitando uma economia importante na remediação, pois essa será adequadamente direcionada, seja qual for o sistema implantado.
Muitas vezes os estudos ambientais se deparam com uma dificuldade: como verificar o perfil litológico muito abaixo do nível d'água? O normal é efetuar-se sondagens via Direct Push com liner para verificar onde estão as camadas hidrogeológicas de interesse. Mas, quando o nível de água está raso (digamos, 2 metros) e a camada de interesse está mais profunda que 10-20 metros em solo com camadas de areia, certamente não será possível obter-se as amostras nos liners. O ensaio de CPTu é ideal para essa situação, pois irá determinar com precisão quais são as camadas hidrogeológicas em todo o perfil. Em alguns solos, ele poderá até estimar a carga potencial hidráulica em cada ponto do perfil.

Como uma espécie de “bônus”, o equipamento que a ECD acaba de adquirir permite a mensuração da condutividade elétrica do solo, com resolução de alguns centímetros. A variação nessa condutividade pode indicar lentes de material diferente no perfil do solo, ou eventual presença de alguma substância química de interesse em elevada concentração em determinado.

O equipamento é do tradicional fabricante norueguês Geosafe,em parceria com a empresa sueca Geotech, e é considerado o modelo mais moderno do mundo, com uma resolução altíssima e sem o uso de cabos, o que torna o trabalho muito mais rápido e eficiente.
Os treinamentos foram realizados no campo de provas da ECD em Sorocaba-SP e contou com a presença de Robert Handberg, Norueguês da Geosafe Brasil.
Inicialmente, a ECD irá oferecer esse serviço utilizando as suas sondas hidráulicas acopladas aos caminhões e ao Trator. O serviço é semelhante ao Direct Push, porém, ao invés de percussão, é a força hidráulica que irá empurrar a ponteira com os sensores até a profundidade necessária (normalmente, é perfeitamente possível atingir 30 metros ou mais). Além da equipe de sondagem, irá um Técnico que irá operar os aparelhos e passar os resultados à consultoria.
Em um dia normal de trabalho, sem grandes restrições de acesso, pode-se efetuar de 5 a 10 ensaios de 20 metros, o que irá economizar muito tempo e dinheiro na instalação de poços de monitoramento e, especialmente, na remediação.

Desta forma, a ECD mais uma vez dá a sua contribuição para um aumento da qualidade das investigações ambientais no Brasil, ao adquirir um equipamento de última geração, que possibilita a elaboração de modelos conceituais bem  precisos e permite a economia de recursos



 Equipamentos que possibilitam a visualização online dos resultados

 Sensor de Resistividade acoplado à sonda de CPTu

 Treinamento no software específico

 Fazendo a saturação do sensor

 Robert ensinando a efetuar a calibração e descontaminação do aparelho

Detalhe da interface, e efetuando a saturação do sensor de poro-pressão


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Power Probe da ECD em Cubatão

Essa semana a Power Probe da ECD está realizando um trabalho em Cubatão. Como todos que trabalham com Investigação Geoambiental sabem, na região de Cubatão, o nível de água costuma ser raso e o solo é muito arenoso ou orgânico, típico de mangue. O trabalho realizado pela ECD era coletar amostras de solo com liner (via Direct Push) a até 5,0 m de profundidade. O nível de água do site era cerca de 0,5 m. Pode-se imaginar a dificuldade do trabalho.
A equipe de Investigação Geoambiental da ECD foi ao local com a Power Probe, recém adquirida da AMS  Inc, fábrica dos EUA. A única forma de obter amostras representativas era utilizando a ferramenta Piston Sampler. Alguns leitores podem perguntar o porquê dessa afirmação. Vamos tentar responder: Se o solo é muito arenoso ou com nível de água muito raso, a tendência é que o furo de sondagem desmorone, ou seja, caso seja utilizada a metodologia tradicional (Single Tube, Macro Core ou Open Hole, todas as definições para amostragem com o furo abe…

ECD ministra aula de campo para alunos do SENAC

A ECD Sondagens Ambientais Ltda, através de seu Diretor Técnico Marcos Tanaka Riyis, ministrou duas aulas práticas sobre Investigação de Áreas Contaminadas para alunos do SENAC.
A primeira delas, em maio/2015, foi para alunos da 2a turma do Curso de Pós Graduação em Remediação de Áreas Contaminadas, dentro da disciplina Técnicas de Investigação para Remediação.
A segunda, em junho/2015, foi para alunos da 14a turma do curso de Pós Graduação em Gerenciamento de Áreas Contaminadas, dentro da disciplina de Técnicas de Investigação, sob a responsabilidade do Professor Ms. Vicente de Aquino Neto.
O objetivo das aulas foi proporcionar aos alunos um contato com algumas ferramentas pouco usuais nas investigações de áreas contaminadas atualmente conduzidas no Brasil, sempre visando uma mudança no paradigma, que coloque a etapa de diagnóstico no centro do processo, e que a identificação da massa de contaminante e sua interação com o meio físico seja o resultado da etapa de investigação, não um …

ECD faz ensaios RCPTu para dimensionar remediação

No mês de março/2013, a ECD foi contratada por uma Consultoria para coletar dados geoambientais em uma área contaminada por diesel no bairro da Vila Guilherme, em São Paulo-SP. Após uma conversa muito proveitosa com a Consultoria parceira, o corpo técnico da ECD, aproveitando sua experiência e pesquisas sobre Investigação Geoambiental de Alta Resolução sugeriu que, antes da instalação dos poços de bombeamento solicitada inicialmente, fossem feitos alguns ensaios de piezocone de resistividade (RCPTu) para uma adequada elaboração do Modelo Conceitual do Site e, com isso, os referidos poços pudessem ser adequadamente locados e dimensionados. A Consultoria prontamente aceitou, pois foi contratada pelo "Responsável Legal" para corrigir uma remediação projetada e executada por uma outra consultoria, que havia falhado. Para resolver o problema, era necessária uma adequada investigação geoambiental, e o ensaio RCPTu foi a ferramenta escolhida. Como o responsável pela Consultoria co…