Pular para o conteúdo principal

Novos Colaboradores - Técnicos de Operação de Máquinas

A ECD Sondagens Ambientais Ltda, continuando a sua política de melhora contínua e de busca pela excelência na prestação de serviços de coleta de dados para investigações ambientais de áreas contaminadas, ampliou o seu quadro de colaboradores com a contratação de 02 Técnicos em Mineração (Clenilson e Eduardo), sendo um deles também Técnico em Mecânica e o outro também Técnico em Geologia.
A ECD, com essa medida, vai na contramão do mercado de sondagens que, em geral, busca trabalhadores com baixa qualificação e muita força física para "aguentar o tranco" dos trabalhos de campo. Esses normalmente entram como auxiliares, vão aprendendo o ofício na prática e alguns conseguem chegar a um cargo maior como Sondador ou Líder de Campo ou algo similar.
Nos exterior (EUA, Canadá, Europa, Japão, entre outros), quem opera os equipamentos de sondagem é profissional com nível superior E licença especial para aquela função naquele Estado (EUA) ou região (Europa).
A ECD optou por um caminho intermediário, contratando um profissional bem qualificado e com aptidão para trabalhos de campo. Com isso, consegue "adiantar" em pelo menos 3 anos a formação de um profissional de sondagem "comum" a partir de sua entrada como auxiliar, além de dar um passo à frente no sentido de se diferenciar como empresa-modelo no ramo de aquisição de dados para investigação ambiental.
Obviamente essa medida irá gerar um custo adicional para a empresa, mas, nesse momento, esse fator não é o essencial para a ECD. O que nós queremos é nos diferenciar pela qualidade, e muitos clientes precisam desse diferencial. A ECD já deixou de ganhar muitas concorrências, mas a diminuição aparente dos lucros no curto prazo certamente irá se converter na solidificação da imagem de empresa-referência que queremos.
Esse passo importante foi dado devido a uma conjunção de fatores:

- A decisão da ECD de caminhar para se tornar a melhor empresa do país no segmento em que atua.
- O aumento do uso de equipamentos mecanizados nas investigações em que a ECD participa
- O aumento da exigência de qualidade nos trabalhos que os clientes da ECD necessitam
- As modificações e melhorias nos equipamentos da ECD, de modo a deixá-los mais automatizados, menos dependentes da força física dos operadores e mais dependentes da capacidade técnica deles
- A ECD coloca o custo em segundo plano, pois quer se diferenciar pela qualidade.
- A introdução do uso do CPT, CPTu e R-CPTu nos trabalhos de investigação de áreas contaminadas, que torna obrigatória a capacitação dos colaboradores
- O desenvolvimento e aperfeiçoamento de equipamentos que permitiram que a ECD abandonasse os serviços de Trado Mecanizado com revestimento (existem empresas que fazem disso o seu carro-chefe, acrescentando bomba balde e tripé), por não serem considerados dentro dos princípios do "trabalho justo". Hoje, a ECD dispõe de sondas portáteis de diversas capacidades para suprir essa demanda
- A elaboração de um plano de carreira claro, com treinamentos e avaliações periódicas para todos os níveis.
- A decisão da ECD de não mais se denominar simplesmente uma empresa de Sondagens, mas sim, uma empresa especializada na coleta de dados apra investigação ambiental de áreas contaminadas. Isso requer uma qualificação que não se encontra facilmente no mercado brasileiro.

Clenilson e Eduardo: que a estada de vocês conosco traga bons frutos para todos: para vocês, para a empresa e para o mercado. Bem vindos à ECD!!!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ECD ministra aula de campo para alunos do SENAC

A ECD Sondagens Ambientais Ltda, através de seu Diretor Técnico Marcos Tanaka Riyis, ministrou duas aulas práticas sobre Investigação de Áreas Contaminadas para alunos do SENAC.
A primeira delas, em maio/2015, foi para alunos da 2a turma do Curso de Pós Graduação em Remediação de Áreas Contaminadas, dentro da disciplina Técnicas de Investigação para Remediação.
A segunda, em junho/2015, foi para alunos da 14a turma do curso de Pós Graduação em Gerenciamento de Áreas Contaminadas, dentro da disciplina de Técnicas de Investigação, sob a responsabilidade do Professor Ms. Vicente de Aquino Neto.
O objetivo das aulas foi proporcionar aos alunos um contato com algumas ferramentas pouco usuais nas investigações de áreas contaminadas atualmente conduzidas no Brasil, sempre visando uma mudança no paradigma, que coloque a etapa de diagnóstico no centro do processo, e que a identificação da massa de contaminante e sua interação com o meio físico seja o resultado da etapa de investigação, não um …

ECD faz ensaios RCPTu para dimensionar remediação

No mês de março/2013, a ECD foi contratada por uma Consultoria para coletar dados geoambientais em uma área contaminada por diesel no bairro da Vila Guilherme, em São Paulo-SP. Após uma conversa muito proveitosa com a Consultoria parceira, o corpo técnico da ECD, aproveitando sua experiência e pesquisas sobre Investigação Geoambiental de Alta Resolução sugeriu que, antes da instalação dos poços de bombeamento solicitada inicialmente, fossem feitos alguns ensaios de piezocone de resistividade (RCPTu) para uma adequada elaboração do Modelo Conceitual do Site e, com isso, os referidos poços pudessem ser adequadamente locados e dimensionados. A Consultoria prontamente aceitou, pois foi contratada pelo "Responsável Legal" para corrigir uma remediação projetada e executada por uma outra consultoria, que havia falhado. Para resolver o problema, era necessária uma adequada investigação geoambiental, e o ensaio RCPTu foi a ferramenta escolhida. Como o responsável pela Consultoria co…

Power Probe da ECD em Cubatão

Essa semana a Power Probe da ECD está realizando um trabalho em Cubatão. Como todos que trabalham com Investigação Geoambiental sabem, na região de Cubatão, o nível de água costuma ser raso e o solo é muito arenoso ou orgânico, típico de mangue. O trabalho realizado pela ECD era coletar amostras de solo com liner (via Direct Push) a até 5,0 m de profundidade. O nível de água do site era cerca de 0,5 m. Pode-se imaginar a dificuldade do trabalho.
A equipe de Investigação Geoambiental da ECD foi ao local com a Power Probe, recém adquirida da AMS  Inc, fábrica dos EUA. A única forma de obter amostras representativas era utilizando a ferramenta Piston Sampler. Alguns leitores podem perguntar o porquê dessa afirmação. Vamos tentar responder: Se o solo é muito arenoso ou com nível de água muito raso, a tendência é que o furo de sondagem desmorone, ou seja, caso seja utilizada a metodologia tradicional (Single Tube, Macro Core ou Open Hole, todas as definições para amostragem com o furo abe…